RELAÇÃO DE ENSAIOS

NÃO ACREDITADOS

RELAÇÃO DE ENSAIOS NÃO ACREDITADOS

Aqui a Variedade encontra a Especificidade

São mais de 50 ensaios realizados em equipamentos calibrados por empresas acreditadas, garantindo a padronização e a qualidade dos serviços. O corpo técnico que realiza os testes é composto por técnicos em celulose e papel com experiência em indústrias, sendo coordenados por engenheira química especializada na área.

Confira a lista abaixo, contendo todos os ensaios não acreditados realizados pelo Laboratório Sinpacel:

Relação de Ensaios Não Acreditados:

DescriçãoUnidadeFaixaNorma
1) Papel e Cartão - Determinação da Umidade - Método por secagem em estufa%0-100NBR NM ISO 287:2012
2) Papel e cartão - Determinação da direção da fabricação--NBR NM 106:2001
3) Papel – Identificação do lado tela--NBR NM 107:1999
4) Papel e cartão - Determinação da espessura e da densidade aparente de uma única folha ou de um maçomm0 - 5 mmNBR NM-ISO 534:2006
5) Papel e Cartão - Determinação da capacidade de absorção de água (Ensaio Cobb)gH20/m²0 - 500 g/m²NBR NM ISO 535:1999
6) Papel e cartão - Determinação da gramaturag/m²-NBR NM-ISO 536:2000
7) Determinação do teor de massa seca Método por secagem em estufa.%0-100%NBR ISO 638:2010
8) Papel e cartão - Determinação das propriedades de tração. Parte 2: Método da velocidade constante de alongamento (20mm/min).kN/m, kgf/cm0-25 kgf/cmNBR NM-ISO 1924-2:2012
9) Papel e cartão - Determinação das propriedades de tração. - Parte 3: Método da velocidade constante de alongamento (100mm/min)kN/m, kgf/cm0-25 kgf/cmNBR NM-ISO 1924-3:2006
10) Papel - Determinação da resistência ao rasgo - Método ElmendorfmN, gf0-80 gfNBR NM-ISO 1974:2001
11) Papel, cartão e pastas celulósicas - Determinação do resíduo (cinza) da incineração a 900ºC%0-100NBR NM-ISO 2144:2001
12) Papel e cartão - Determinação da resistência à flexãogf.cm - mNm0-5000 gf.cmNBR NM-ISO 2493:2001
13) Determinação do fator de reflectância difusa no azul (Alvura ISO)%0 - 100NBR NM ISO 2470: 2001
14) Determinação da opacidade difusa%0 - 100NBR NM ISO 2471:2001
15) Papel - Determinação da resistência ao arrebentamentoKgf/cm², kPa, lbf/pol²0-10 kgf/cm²NBR NM-ISO 2758:2007
16) Cartão - Determinação da resistência ao arrebentamentoKgf/cm², kPa, lbf/pol²0-30 kgf/cm²NBR NM-ISO 2759:2007
17) Papelão ondulado – Determinação da espessuramm, µm0-5 mmNBR ISO 3034:2012
18) Papelão ondulado face simples e parede simples – Determinação da resistência ao esmagamentoKgf/cm²0-3,5 kgf/cm²NBR ISO 3035:2012
19) Papelão ondulado – Determinação da gramatura dos papéis componentes após separaçãog/m²0-1000 g/m²NBR ISO 3039:2012
20) Papel e cartão – Determinação da resistência à tração após imersão em águaKgf/cm, kN/m0-25 kgf/cmNBR NM ISO 3781:2001
21) Desagregação à úmido em laboratóriominutos-NBR 5263/1:2006
22) Preparação de folhas em laboratório – Método Rapid-Köten--NBR ISO 5269/2:2006
23) Pastas celulósicas – Estimativa de sujidade e estilhasmm²/kg-NBR ISO 5350-2:2007
24) Papel e cartão - Determinação da permeância ao ar (faixa média) - Método Gurleys0-5000 sNBR NM ISO 5636-5:2006
25) Papel, cartão e pasta celulósica – Determinação do pH de extratos aquosos a frio-0-12NBR NM-ISO 6588-1:2007
26) Papelão ondulado – Determinação da resistência à compressão de colunakN/m, kgf/cm0-35 kgf/cmNBR 6737:2009
27) K&N – Determinação da absorção de tinta de impressão%0 - 100NBR 7154/2009
28) Papel para miolo - Determinação da resistência à compressão quando ondulado em laboratório (CMT)N, kgf0-350 kgfNBR ISO 7263:2012
29) Determinação de pintas e furosmm/m²-NBR 8259:2002
30) Determinação de brilho a 75ºUB1 - 150NBR NM ISO 8254-1/2001
31) Papel e cartão – Determinação da aspereza ou lisura (método Bendtsen)ml/min0 - 300 ml/minNBR NM-ISO 8791-2:2001
32) Papel e Cartão - Determinação da resistência a compressão - Ensaio Short Span (SCT)kN/m, kgf0-30 kgfNBR ISO 9895:2009
33) Ensaio de Tubetes - Determinação da Resistência ao EsmagamentokN/m, kgf400 kgfNBR ISO 11093-9:2009
34) Papel - Determinação da resistência a compressão - método do esmagamento de anel (RCT)kN/m, kgf0 - 350 kgfNBR ISO 12192:2012
35) Papel Fins Sanitários - Determinação da Capacidade e tempo de Absorção de água, método de ensaio por imersão em cestas gH20/m²0-60 s 0-30 g/m² NBR ISO 12625-8:2012
36) Fins Sanitário - Determinação da Tração dos Picotes-Calculo da Eficiência do PicoteN/m, kgf/cm 0-7 kgf/cmNBR ISO 12625-12:2011
37) Determinação do teor de massa seca Método por secagem em estufa%0 - 100NBR 13998:1997
38) Determinação do resíduo (cinzas) após incineração a 525ºC%0 - 100NBR 13999:2017
39) Determinação da consistência%0 - 100NBR 14003:1997
40) Determinação da resistência à drenagem pelo aparelho Schopper RieglerºSR0 - 100NBR 14031:2004
41) Tubetes - Determinação da umidade - Método secagem por estufa%0 - 100NBR 14257:1998
42) Refinação em laboratório – Método JokroºSR10 - 90ºSRNBR 14346:1999
43) Determinação do pH superficial – Método Eletrodo-0 - 12NBR 14348:1999
44) Determinação da Compressão Plana de TubetesKgf, kgf/cm, kN/m0 - 400 kgfNBR 14351:1999
45) Tubetes – Medição das dimensõesmm0 - 300NBR 14484/2000
46) Embalagem de Papelão Ondulado - Determinação das Dimensões da Caixamm0 - 650NBR 14979:2009
47) Papel para Fins Sanitários - Determinação da Espessura, Densidade Aparente e Volume Específico Aparentemm0 - 3NBR 14966:2003
48) Determinação da cor (C/2)- Método da reflectância difusa--NBR 14999:2003
49) Papel para fins sanitários – Determinação da resistência à tração a úmidoN/m, kgf/cm0-7 kgf/cmNBR 15010:2017
50) Determinação da brancura, CIE, D65/10%0 - 200NBR 15011:2006
51) Papelão ondulado coeficiente de atrito estático – Método do plano horizontal-0 - 1000 gfNBR 15068:2012
52) Determinação da resistência à compressão de coluna quando ondulado em laboratório (CCT)Kgf, N0 - 350 kgfNBR 15231:2005
53) Coeficiente de atrito estático e dinâmico – Método do plano horizontal-0 - 1000 gfNBR 15234:2005
54) Aparas de papel e papelão ondulado – Determinação do teor de umidade – Método por secagem em estufa%0 - 100NBR 15484:2007
55) Cartão – Determinação da resistência da ligação interna (tração na direção –z)Kgf/cm², Kgf/pol², kPa0 - 6 kgf/cm²NBR 15754:2010
56) Resistência a abrasão – Ink Rub Test--TAPPI T 830-04
57) Classificação de fibras celulósicas%-PEN-008
58) Determinação das medidas do papelm / cm / mm-PEN-022

SAIBA MAIS SOBRE O LABORATÓRIO SINPACEL!

Continue navegando pelo nosso conteúdo e obtenha mais informações. Organizamos um menu para continuação da sua navegação: